O que é diabetes gestacional e por que se origina?

Diabetes gestacional é a presença de glicose alta durante a gravidez em mulheres que antes da gestação não tinham diabetes (na maioria dos casos, após o parto, ela retorna aos seus limites normais). Isto se deve ao fato de que os hormônios presentes durante a gravidez podem dificultar o trabalho realizado pela insulina, levando a uma alteração no metabolismo da HC e, como resultado, o aumento da glicose (hiperglicemia).

A diabetes gestacional pode levar a complicações como macrossomias (crianças excessivamente grandes) e complicações no nascimento, por isso é importante controlar os níveis de açúcar no sangue. Essas complicações hipotéticas podem ocorrer com níveis de glicose que, fora da gestação, seriam considerados normais.

Como é diagnosticado

É necessário descartar diabetes gestacional no primeiro trimestre da gravidez em mulheres com fatores de risco, como ter tido diabetes gestacional em uma gravidez anterior, abortos repetidos, história familiar de diabetes ou situações associadas à resistência à insulina (hipertensão, hiperlipemia, obesidade, ovários polimicrocísticos, acantose nigricante). Em outros casos, o teste para descartar diabetes gestacional deve ser realizado entre a 24ª e 28ª semanas de gravidez.

Até à data, há controvérsia sobre como fazer o diagnóstico. Há dois procedimentos:

Em dois passos:
São administradas 50 gramas de glicose (O´Sullivan), a glicemia é medida a uma hora e, se for superior a 139 mg/dl, é realizada uma curva de 3 horas: são administradas 100 gramas de glicose e a glicemia é medida antes, uma hora, duas e três horas após a administração: se dois ou mais valores forem iguais ou superiores a 95, 180, 155 e 140 mg/dl (a 0, 1, 2 e 3 horas, respectivamente, critérios de Carpenter e Coustan) é diagnosticada a diabetes gestacional.

Em um passo:
75 gramas de glucose são dadas directamente e medidas às 0, 1 e 2 horas. Valores iguais ou superiores a 92, 180 e 153 mg/dl, respectivamente, em um único ponto já são diagnósticos de diabetes gestacional (critérios HAPO).

Os critérios da HAPO são significativamente mais rigorosos, foram inicialmente recomendados em 2011, e muitos centros ainda não os aplicam. Aplicá-las aumenta o número de mulheres com diabetes gestacional, de modo que o risco aumenta de 5-6% para 15-20% com os critérios da HAPO. Alguns centros em nosso ambiente têm dado porcentagens ainda maiores, cerca de um terço das mulheres grávidas.

Controlo e estilo de vida durante a gravidez

Durante a gravidez, os objectivos de controlo são mais rigorosos do que fora da gravidez. Na diabetes gestacional, espera-se que a glicemia capilar seja igual ou inferior a 95, 140 e 120 mg/dl antes das refeições e 60 e 120 minutos após as refeições, respectivamente. Com estes valores a hemoglobina glicosilada não deve exceder 6%.

As mulheres com diabetes gestacional devem monitorar sua glicemia capilar para confirmar que esses alvos foram atingidos. Com normas de estilo de vida (dieta e exercício), 70-85% das mulheres diagnosticadas com critérios pré-HAPO conseguiram isso. Uma vez que estas são mais rigorosas e, por conseguinte, incluem mulheres com menor deterioração do seu metabolismo, é previsível que a percentagem de mulheres tratadas sem terapia farmacológica seja ainda mais elevada.

O estilo de vida recomendado consiste na prática de exercício físico, embora sempre dentro dos limites permitidos pelos obstetras, e seguindo uma dieta em que será especialmente aconselhável a distribuição de hidratos de carbono ao longo do dia. Isto é especialmente importante com o café da manhã, pois no início da manhã há uma tendência de aumento da glicose, enquanto na segunda metade da mesma a tendência é o oposto. Portanto, um café da manhã leve e um lanche com hidratos no meio da manhã é a norma em praticamente todos os casos de diabetes gestacional. Também o resto do dia será conveniente para distribuir os hidratos e especialmente alimentos como arroz ou massa é preferível consumi-los como um acompanhamento em vez de como um prato principal.

Quando o lifestyle não alcança os objetivos do glucose do sangue terá que recorrer ao medication. No entanto, embora alguns especialistas defendam a inocuidade do uso de certos antidiabéticos orais, especificamente a Metformina e o Glibenclamida, a grande maioria está inclinada a tratar exclusivamente com insulina. Normalmente, um bom controle é conseguido com padrões pouco agressivos de insulina, e é muito raro recorrer a padrões intensivos de bolus/tipo basal.

É especialmente importante que as mulheres não percam peso durante a gravidez, mesmo que sejam obesas, pois isso pode levar à cetose, que é especialmente prejudicial para o feto.

 

Avanços da ciência contra a impotência sexual

A impotência sexual é um problema que é realmente muito mais comum do que se imagina. Isso porque mais de 50% dos homens que apresentam mais de 40 anos de idade sofrem com o problema.

No entanto, esse é um tipo de problema que não se restringe apenas aos mais velhos. Ele também pode acontecer com jovens que estão iniciando a sua vida sexual, embora, normalmente, os motivos sejam diferentes.

Justamente por isso é que a ciência está cada vez mais buscando alternativas para resolver o problema de uma vez por todas, visto que a impotência ainda é um problema que não tem cura, apenas tratamento.

Sendo assim, vamos conhecer os principais avanços da ciência contra a impotência sexual.

  1. Células-tronco

Esse tipo de tratamento contra a impotência sexual ainda está em fase de estudos clínicos, mas os resultados prévios já são bastante promissores.

Nesse caso, as células-tronco são injetadas diretamente no pênis para ajudar em sua recuperação, o que é bastante simples, visto que se trata de um órgão externo.

O mais importante é salientar que vai levar um bom tempo para que os resultados do tratamento possam estar disponíveis, visto que são vários níveis de pesquisas.

  1. A evolução do azulzinho

Embora esse medicamento ainda não esteja disponível no mercado, a ciência já vem estudando uma nova geração de remédios que atuem inibindo a PDE, tal como o Viagra e seus similares naturais, um deles, o Vialis Plus funciona e tem comprovado isto mediante ótimos resultados.

Essa nova leva terá uma ação mais ágil e que irá atuar de forma direta sobre os corpos cavernosos do pênis. Com isso, é possível minimizar os efeitos colaterais.

  1. Terapia usando ondas sonoras

Alguns aparelhos já existem no brasil, mas o problema é que todos possuem o mesmo princípio de funcionamento, que são as ondas de baixa intensidade que promovem um aumento da vascularização peniana.

Essa é a mesma energia ultrassônica que se utiliza para a quebra de cálculos renais, porém em quantidade adequada ao pênis.

Esse tipo de tratamento só é indicado para os pacientes que não apresentam uma boa resposta aos medicamentos orais.

  1. Spray sublingual

Esse medicamento é manipulado tendo como base os mesmos princípios ativos do Cialis e do Viagra. A diferença é que a absorção é melhor. No entanto, servem principalmente como um retardador da ejaculação.

O fato é que a medicina está avançando e a tendência é que os tratamentos vão ficando cada vez mais eficientes!

Como evitar a queda de cabelo masculina

Aprenda como evitar a queda de cabelo masculina e ficar com os fios fortes e bonitos sem se preocupar com a calvície.

Uma das grandes preocupações dos homens é a calvície, afinal, por mais que tenha a música que fale “que é dos carecas que elas gostam mais”, isso parece não convencer a maioria. Assim, basta cair alguns fios e já se começa a pensar em como evitar a queda de cabelo masculina.

Não é preciso se desesperar pensando que logo não terá mais nenhum fio na cabeça, pode ser apenas uma queda por uso errado de produto ou cuidado inadequado.

Para descobrir quais são os reais motivos é preciso observar os seus hábitos.  Se quer saber como evitar a queda de cabelo masculina por falta de cuidados certos, olhe esse vídeo e confira as dicas de um especialista.

Você também pode ver algumas dicas nesse texto. Confira as que separamos.

Use o shampoo certo

Você até pode usar o shampoo da sua mulher para lavar os cabelos, mas ele não costuma ser o mais adequado.

Busque por produtos voltados para o público masculino e que são anti-quedas. Eles têm nutrientes que ajudarão a fortalecer os fios e deixarão o cabelo mais bonito.

Não use a força

Não é preciso aplicar a força para lavar os cabelos. Esse processo deve ser suave, com os dedos massageando o couro cabeludo.

Use as pontas dos dedos sem passar a unha no couro cabeludo. Ao fazer dessa forma não estimulará tanto o couro cabeludo e não haverá produção em excesso de óleo.

Quando os fios estão oleosos, eles tendem a ficar mais frágeis e cair.

Evite os produtos químicos

A química enfraquece os fios, por isso, se optar por fazer progressiva ou outros processos, pode acabar enfraquecendo o cabelo. O uso de tinturas também faz com que a queda seja acelerada.

Opte por usar os cabelos naturais. Dessa forma estará se prevenindo de problemas e assumindo os fios como eles são.

Procure um médico

Se perceber que a queda continua mesmo mudando os hábitos ou que ela está intensificando você tem duas opções, usar algum produto que ajude a camuflar a calvície, existem alguns muitos bons no mercado, caso do Make Hair For Man, a outra solução é procurar um médico especializado.

Um dermatologista poderá fazer uma avaliação e solicitar alguns exames para identificar o que está causando o problema.

Depois de um diagnóstico completo poderá te indicar um tratamento que seja eficaz e não prejudique a sua saúde.

Agora já sabe como evitar a queda de cabelo masculina e que esse não é um processo difícil. Porém, fique sempre atento as dicas que podem fortalecer os fios.

Dicas para combater as celulites

Apesar de ser bastante comum entre as mulheres, poucas coisas incomodam tanto no corpo delas são os indesejados “furinhos” no glúteo e nas pernas.

Por isso, saber combater a celulite pode ser muito bom para aumentar a autoestima das mulheres.

Mesmo que acabar com elas não seja tarefa fácil, é possível acabar com a celulite, e viver livre desse incômodo. Algumas mudanças básicas no cotidiano já podem auxiliar na redução e até mesmo na extinção total da celulite.

 

5 dicas para combater a celulite

Os furinhos causados pela celulite são, muitas vezes, causados por hábitos que as pessoas possuem no seu dia a dia, principalmente, alimentares. Por isso, veja 5 dicas essenciais para quem quer combater a celulite de uma vez por todas.

1.Diminuir o álcool

Para quem gosta de ingerir bebida alcóolica, saber os malefícios desse consumo é muito importante. Um dos contras de consumir essas bebidas é que, por serem bastante calóricas, elas acabam contribuindo com o aparecimento dos furinhos indesejados. Por isso, sempre que possível, o ideal é evitar o consumo e, claro, sempre ingerir com moderação.

2.Diminuir o sal

O consumo excessivo de sal pode causar retenção de líquidos, que é um dos principais motivos para o surgimento de celulites. Por isso, quem quer acabar com elas, deve moderar o consumo do ingrediente, e buscar substitui-lo por outro tempero natural, que cause menos malefícios ao corpo.

3.Usar cremes

Se existem produtos que podem te ajudar a dar um fim nos furinhos, então porque não usar? Faça uso deles, alguns são excelentes e funcionam rapidamente como o Celumax que com apenas 20 dias de uso já dá uma melhora ótima na pele.

4.Combater a gordura corporal

Além da retenção de líquidos, o acúmulo de gordura também é um dos fatores que causam a celulite. Para evitar essa gordura, é preciso ter uma dieta balanceada, com alimentos ricos em nutrientes, e o pouco processados.

A dica é preferir sempre verduras, legumes e frutas para compor a dieta. Para quem já está acima do peso, perder gordura ajudará e muito a eliminar a celulite.

5.Beber bastante água

Outra dica para quem quer combater a celulite é ingerir bastante água. Isso porque a desidratação é outro causador dos furinhos. Quando o corpo está desidratado, há uma menor circulação sanguínea, o que leva ao aumento da celulite. Ingerir sempre a quantidade de água recomendada pelos médicos, além de ser benéfico para outras áreas do corpo, também pode ajudar a acabar com a celulite.

Agora que você já viu algumas dicas para combater a celulite, e pode se ver livre dessa companhia tão indesejada, basta seguir todos os passos e aproveitar de vez a pele lisinha e livre dos furinhos!

E se você gostou das dicas, ou acha que está faltando alguma outra que também seja importante, compartilha com a gente e comenta aqui embaixo!

Cremes para estrias adiantam?

O mundo da moda e beleza movimenta bilhões através da venda de produtos para os mais diversos propósitos, cápsulas para emagrecer, cremes para celulite, para pele, estrias e outros, maquiagens, shampoos, condicionadores, hidratantes e muito mais.

Com tanta coisa surgindo no mercado e tanta propaganda do melhor produto para X ou Y relacionado a beleza, fica difícil ter certeza do que realmente funciona e até descobrir as pessoas podem perder muito dinheiro testando produtos que não são de fato eficiente.

Dentre estes produtos estão os cremes para estrias, será que eles funcionam mesmo ou é jogar dinheiro fora se comprar eles?

Antes de responder esta questão precisamos entender um pouco sobre as estrias, como surgem e se há formas de evitar elas.

A estria é aquele tipo de problema que é muito difícil de evitar, isto se não for impossível, porque ao contrário das celulites que surgem principalmente por causa da má alimentação ou por falta de exercícios, as estrias surgem por causa do estiramento da pele, e por isto é quase impossível de evitar.

Toda mulher que engravidar, vai ter estrias, todo menino ou menina na fase de adolescente vai acabar gerando estrias na pele quando der aqueles picos de crescimento rápido, como ninguém tem poder para controlar este tipo de coisa, as estrias provavelmente vão surgir. Saiba mais:

Mas isto não significa que você deve viver com elas, existem algumas formas de tratar as estrias e alguns cremes resolvem o problema sim, como o Skin Renov que reduz as estrias em até 80%. Este produto ao contrário de muitos que são apenas propaganda, funciona sim, mesmo porque antes de começar a ser vendido foi solicitado um teste que comprovasse a eficiência do produto e ele foi aprovado com louvor.

Gostou da notícia né? Pois é, alguns cremes de boa qualidade funcionam contra as estrias sim. Então se gostou de saber disso, pode comprar sem medo o produto citado acima, as mulheres estão amando ele e falando sobre o Skin Renov em todo lugar.

Saiba como acabar com a Herpes

Herpes é uma doença muito incômoda, não é mesmo? Principalmente porque forma feridas doloridas no corpo.

Você sabia que 90% dos brasileiros podem ter herpes? Isso mesmo! No entanto, a doença pode ser manifestado em apenas 10%. Muita coisa, né? Por isso, separamos algumas explicações importantes sobre esse vírus.

Mas ao contrário do que algumas pessoas pensam, o herpes pode ter cura e já existem até alguns materiais na Internet que ensinam como conseguir isto. O Protocolo Definitivo para Acabar com Herpes é um deles irá te ensinar como isso ocorre. Se nunca ouviu falar dele, veja o vídeo do e-book abaixo:

Se você está sofrendo com o herpes, leia este artigo atentamente para se livrar definitivamente dessa doença.

O Protocolo Definitivo para Acabar com Herpes é um material escrito por Alessandra Soares com o intuito de compartilhar as experiências que ela teve com a doença e como conseguiu a cura, nós tivemos acesso ao material e vamos compartilhar aqui como é o tratamento.

Não precisa ficar preocupado (a) com restrições, porque é tratamento 100% natural e você gastará muito menos do que os medicamentos convencionais.

Conheça as três etapas do tratamento:

1 – Fortaleça o sistema imunológico

A primeira coisa que deve ser feita, de acordo com o Protocolo Definitivo para Acabar com Herpes, é melhorar o sistema imunológico do nosso corpo, afinal, se ele estiver fraco, ficará mais fácil de pegarmos qualquer doença.

Existem muitas maneiras de fazer isto e você mesmo pode pesquisar e encontrar algumas, no Protocolo Definitivo para Acabar com Herpes, você descobrirá como fazer isso apenas com produtos naturais, porém não vamos citar quais aqui por um motivo de ética, caso queira saber pode adquirir o manual depois..

O seu sistema imunológico, após estar fortalecido, criará uma barreira de proteção contra as doenças. E, além disso, nessa primeira etapa, o seu corpo mandará embora todas as toxinas do seu organismo, incluindo, algumas doenças (fadiga, dor de cabeça etc.).

2 – Combata o vírus

Na segunda etapa do tratamento, é o momento de combatermos o vírus do herpes do nosso organismo. O sistema imunológico irá “atacar” o vírus.

3 – A cura do herpes

Depois de passar pelas duas etapas citadas acima chegou a hora de fazer com que o vírus pare de se reproduzir no seu organismo. Por isso, é importante seguir direitinho o Protocolo Definitivo para Acabar com Herpes. No manual, você aprenderá sobre os alimentos ideais para ter êxito e nunca mais ter a doença.

Conclusão

De forma resumida é isto que ensinam neste protocolo, não podemos colocar todo o processo aqui pois seria antiético já que é um material pago, mas se você já tinha visto a respeito e ficou curioso sobre como funciona já pode ter uma noção pelo o que escrevemos aqui neste artigo.

 

 

 

Saiba como resolver a ejaculação precoce e disfunção erétil

A ejaculação precoce e disfunção erétil são coisas diferentes, mas não importa qual o problema, sempre atormentam quem sofre com elas.

A primeira ocorre quando com o mínimo de estímulo possível a ejaculação ocorre, não sendo possível atingir níveis satisfatórios sexualmente. O segundo caso é a dificuldade de conseguir com que o pênis fique erétil, ou seja, quando o homem fica com pau mole.

Entretanto, esses não são problemas incuráveis é possível acabar com a ejaculação precoce e disfunção erétil adotando algumas técnicas. Veja quais são elas:

Fazer terapia sexual

Pode parecer besteira, mas a terapia sexual pode ajudar a chegar a causa do problema e com a ajuda de um profissional é possível encontrar soluções para ela. Além disso, será possível conhecer outras formas de sentir prazer o que ajudará na ereção por mais tempo.

Técnica começa e para

Quem sofre com a ejaculação precoce precisa conhecer o próprio corpo e estimular o pênis pode ser a melhor maneira. Essa técnica consiste em se masturbar com pausas para retardar a ejaculação. Quando perceber que está quase gozando, deve parar de se masturbar por cerca de 30 segundo e depois recomeçar. Isso ajudará na cama a garantir a ereção por mais tempo.

Técnica do aperto

Essa também é voltada para quem sofre com a ereção precoce e ajudará a evitar que se goze antes da hora. O ideal é começar a praticar sozinho, mas depois pode ser praticado com a parceira. Quando perceber que está quase gozando, deve apertar a base do pênis para interromper o fluxo sanguíneo e retardar a ereção.

Faça relaxamentos

O problema da disfunção erétil e ejaculação precoce pode ser psicológico e, muitas vezes, o stress é a raiz. Atividades que possam relaxar como yoga, alongamento, aulas de música e outras aliviam o stress, relaxam a musculatura e diminuem a ansiedade. Tudo isso pode resultar em um melhor desempenho sexual.

Pratique atividades físicas

Os exercícios melhoram o sistema circulatório irrigando o pênis com um maior fluxo sanguíneo e garantindo uma boa ereção. Quem sofre com a ereção precoce também pode se beneficiar, principalmente, se forcar nos exercícios para a musculatura pélvica que ajudam na hora de controlar o orgasmo.

Resolver a ejaculação precoce e disfunção erétil com essas técnicas pode garantir um resultado positivo e uma vida sexual ativa.